Multiplicando dinheiro

Saiba como avaliar se o financiamento de automóvel ou casa própria vale a pena

Pague 2 e leve… 1!

Esta propaganda está invertida, mas tem muita gente que mesmo assim acaba comprando!

Como pode ser atraente pagar por dois produtos e levar apenas um? A princípio, não dá para acreditar muito nisso, porém é mais comum do que se imagina…

Eu não estou falando de sabonetes ou chocolates, pois aí seria bem estranho alguém pagar por 2, para levar apenas 1. Mas isso acontece em algumas situações nas quais precisamos de um bem de valor mais alto e não temos todo (ou maior parte) do dinheiro para adquirir, como a compra de automóveis ou imóveis.

Nestes casos, em geral, optamos pelo financiamento e acabamos pagando quase o dobro do valor inicial (ou até mais que o dobro) em função dos juros cobrados pelas financeiras.

Não é que esteja incentivando as pessoas a deixarem de comprar desta forma, mas sim a:

  • avaliarem os “juros” cobrados, que, na maioria das vezes, são abusivos;
  • simularem diferentes prazos para o financiamento (às vezes um pequeno aumento no valor da parcela, diminui consideravelmente os juros no final);
  • analisar se compensa (e é possível) aguardar mais um tempinho poupando parte do dinheiro para reduzir o valor do financiamento.

Para isso, vamos considerar o seguinte exemplo:

Você quer financiar um automóvel no valor de R$30.000,00, porque não aguenta mais andar de ‘busão lotado’ e depender da carona dos outros. Assim, opta pelo financiamento a uma taxa de juros de 2% ao mês (calma, vou deixar algumas contas só no final, para quem tiver interesse em entender!).

onibus-lotado

Então, consideremos duas situações:

  1. Financiar o valor integral (R$30.000,00) em 60 parcelas (5 anos) de R$863,03 ao mês.
  2. Esperar mais um ano sem o automóvel (nãããão!!!), mas guardando mensalmente o valor que iria para as parcelas (aproximadamente R$ 860,00), e financiar o restante em 36 parcelas (3 anos) de R$ 772,10, começando depois de um ano.

E aí qual acha mais vantajosa? Claro que existem casos e casos, como a impossibilidade de esperar um ano sem o automóvel, mas veja a diferença de valores no final das duas situações:

  1. Valor total pago: R$ 51.781,80 (só de juros você pagaria R$ 21.781,80!)
  2. Valor total pago: R$ 38.115,60 (pagaria R$ 8.115,60 de juros – bem melhor do que na situação 1!)

Que diferença absurda não é? Se você quiser fazer uma ou mais simulações de situações semelhantes à apresentada, o Teorema das Ideias indica o simulador do “Faz a conta”, que é bem simples de usar (clique aqui para acessar) ou a a “Calculadora do Cidadão” disponível no site do Banco Central (clique aqui para acessar).

Avalie o que é mais vantajoso para você e pense que, em geral, o imediatismo não compensa. Tenha paciência, pois esta sim é aliada à economia!

………………………………………………………….

Deixei alguns cálculos curiosos relativos às situações apresentadas. Tenho certeza que você vai entender! Dá uma olhadinha…

Situação 1:

No final do financiamento, o valor pago seria de:

  • 60 × R$ 863,03 = R$ 51.781,80
  • Veja como é “sofrida” a amortização (redução do saldo devedor)…

price

  • Observe que dos R$ 863,03 da primeira parcela, R$ 600,00 foram juros, sobrando apenas R$263,03 para diminuir do saldo devedor (assustador não?!).

Situação 2:

Esperar um ano (12 meses ) poupando o valor das parcelas (cerca de R$860,00):

  • 12 x R$860,00 = R$ 10.320,00 → valor da entrada

Depois deste ano, financiar o restante R$ 19.680,00 (R$ 30.000,00 – R$10.320,00), a mesma taxa de juros (2% ao mês) e pagando em 36 parcelas (3 anos) de R$ 772,10:

  • 36 x R$ 772,10 = R$ 27.795,60

Total: R$ 10.320,00 (entrada) + R$ 27.795,60 (valor financiado) = R$38.115,60

Vantagens de escolher esta opção: 

  • valor a ser pago no final é bem menor;
  • financiamento termina um ano mais rápido;
  • a parcela é R$ 90,93 mais em conta.

Nas duas situações apresentadas desconsiderei outras taxas e as parcelas foram calculadas por meio dos simuladores citados a mesma taxa de juros, 2%.

………………………………………………………….

E aí vai continuar pagando 2 para levar 1? Ou vai esquentar a cuca um pouquinho e economizar um montão?

Post anterior Próximo post

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um Comentário