Dividindo conhecimento

Facebook e Whatsapp: já pensou no impacto e alcance de suas publicações?

A cada dia percebemos que as novas tecnologias de informação influenciam de forma impactante nossas vidas.

As redes sociais (facebook, google plus, instagram, twitter, etc) e aplicativos de comunicação (whatsapp, messenger-facebook, snapchat, skype, viber, entre outros) estão cada vez mais presentes em nossos smartphones, notebooks e tablets e ficamos até surpresos quando alguém diz que “não tem facebook” ou “não usa whatsapp”.

Isso porque estes dois aplicativos (whatsapp e facebook) são os queridinhos dos brasileiros, ocupando o primeiro e o segundo lugar dos apps mais utilizados, segundo pesquisa realizada pela Mobile Time (veja aqui).

O fato de podermos nos comunicarmos com pessoas próximas ou que estão muito distante de nós, reencontrar velhos amigos e a facilidade de enviar e receber mensagens sem precisar responder instantaneamente (como em uma ligação) são alguns dos atrativos destas mídias sociais.

Além disso, elas servem para divulgar conteúdo de forma rápida para um grande número de pessoas. Conteúdo este que pode ser desde a foto de um prato requintado à uma tragédia que acabou de acontecer em algum lugar do mundo.

Mas você já parou para pensar na velocidade que este conteúdo se propaga? A matemática explica!

Vamos fazer um esquema bem simples para entender:

Imagine que você tenha divulgado um conteúdo em sua timeline no facebook e este foi compartilhado por 10 de seus “amigos”, que também tiveram seu conteúdo compartilhado por 10 de seus “amigos” e, assim por diante.alcance-facebook

Neste caso, o 1° compartilhamento atingiria 10 pessoas (que compartilharam) e o 2° compartilhamento atingiria 100 pessoas (que compartilharam). Os próximos compartilhamentos atingiriam:

  • 4° compartilhamento: 1.000 pessoas (103)
  • 5° compartilhamento: 10.000 pessoas (104)
  • 6° compartilhamento: 100.000  pessoas (105)
  • 7° compartilhamento: 1.000.000 pessoas (Uau!) (106)

Observe que o alcance aumenta de forma muito rápida, pois segue multiplicando por 10.

No 10° compartilhamento atingiríamos 10pessoas, ou seja, o algarismo 1 acompanhado de 9 algarismos zeros: 1.000.000.000, que corresponde à 1 bilhão de pessoas – cerca de 1/7 da população mundial!

Isso que estamos considerando apenas os casos de pessoas que compartilharam o conteúdo, sem contar o público que visualizou e interagiu, mas não compartilhou.

É claro que é uma situação hipotética e que não segue um padrão tão uniforme assim, porém serve como exemplo para percebermos como as informações se propagam rapidamente nas mídias, seja facebook, whatsapp (nos grupos) ou outras.

O esquema que apresentei representa o que chamamos de “crescimento exponencial”, aquele famoso termo que costumamos ver ou ler em diversas reportagens (as vezes de forma correta, outras nem tanto…).

Com este exemplo quis mostrar que nossas publicações impactam não só as pessoas que pertencem ao nosso círculo de amigos, mas também outras que nem fazemos ideia que existem e, assim, a sociedade de forma geral.

As mídias sociais são ferramentas extremamente poderosas e podem ser usadas tanto para o bem quanto para o mal.

Assim, quando for produzir ou reproduzir conteúdo nestas mídias, fique atento para não disseminar informações que possam prejudicar outras pessoas ou até a mesmo a você. Utilize-as para o bem, sempre!

Post anterior Próximo post

Você também pode gostar

4 Comentários

  • Responder Aline Ferrarezi 14/06/2016 em 15:00

    Janaina adorei seu post sobre as redes sociais, muitas vezes as pessoas não percebem a força que ela tem….então temos que ter cautela sim, mais Também podemos usar e muito para o bem. Ah e adorei como usou a matemática parar entendermos algo tão presente em nossas vidas. Abr Aline

    • Janaina Caldeira
      Responder Janaina Caldeira 14/06/2016 em 15:06

      É isso ai… a matemática nos mostrando o poder de alcance das redes, rs
      Obrigada Aline!

  • Responder Lívia 16/06/2016 em 08:35

    Muito legal! Até eu que odeio matemática achei interessante! rsrs

    • Janaina Caldeira
      Responder Janaina Caldeira 16/06/2016 em 15:57

      Que bom que gostou Lívia.Fico feliz! A ideia mesmo é mostrar a matemática de uma forma mais livre, sem tantos esteriótipos…

    Deixe um Comentário